Skip to content

Sociedade Brasileira de Telecomunicações

Aplicação de Algoritmo Genético para Determinação de Chaves Usadas em Criptografia Óptica Mediante Fatiamento Espectral


A necessidade de aprimorar a segurança de informação está estimulando a adoção de técnicas de criptografia na camada física das redes de telecomunicações. Uma das técnicas recentemente investigadas para este propósito, no escopo de redes ópticas, consiste em dividir um dado sinal em diversas fatias espectrais e em distorcer o conteúdo de cada fatia para codificar o sinal original. O conjunto de parâmetros de distorção constitui uma chave de criptografia. Neste trabalho, investiga-se a utilização de um algoritmo genético (AG) para gerar chaves desse tipo. Considera-se que as chaves são aceitáveis apenas quando as taxas de erro de bit (bit error rate, BER) do sinal codificado é suficientemente alta e quando a BER do sinal decodificado é consideravelmente baixa. Os resultados de simulações numéricas indicam que o AG produziu chaves válidas em mais de 95% das vezes, nos melhores casos, quando as BERs mencionadas anteriormente são de 210-1 e 10-15 respectivamente

Autores :

Estatatísticas de Acesso

Loading...

Total de visitas: 11
Loading...

Downloads do artigo: 0

Voltar